Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos
 

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Música

Carregando...

ANUIDADE

O MÊS DE AGOSTO É  O MÊS DE COBRANÇA DA ANUIDADE DO NOSSO SITE NO VALOR DE US 599,90 (dólares). A MANUTENÇÃO TEM SE DADO ATRAVÉS DE CONTRIBUIÇÕES ESPONTÂNEAS DOS MEMBROS. ESTAMOS DISPONIBILIZANDO CDS A VENDA. QUEM SE INTERESSAR EM ADQUIRI-LOS OU CONTRIBUIR ESPONTANEAMENTE, ENTRAR EM CONTATO PELO EMAIL A SEGUIR.

biloravioleiro@gmail.com

CDS:

VivaViola

Dimas Delptuscky e Efraim Maia

Tau Brasil

Bilora

Ou a escolher no seguinte site:

http://www.clubedovioleirocaipira.com.br

Mensagens de blog

AOS NOVO MEMBROS

Postado por Bilora em 24 setembro 2010 às 10:30 10 Comentários

É oferecido um sistema de captcha à rede, ou seja, cada novo membro terá que responder à pergunta feita no perfil pra ser aceito. A resposta à pergunta é bem fácil, o motivo é evitar os spams. Responda com palavra, não com número. 

Grato

Últimas atividades

Angelo Adriano Correa Pinto compartilhou a foto deles em Facebook
9 horas atrás
Angelo Adriano Correa Pinto compartilhou a foto deles em Facebook
9 horas atrás
Angelo Adriano Correa Pinto compartilhou a foto deles em Facebook
9 horas atrás
Angelo Adriano Correa Pinto compartilhou a foto deles em Facebook
9 horas atrás
Angelo Adriano Correa Pinto compartilhou a foto deles em Facebook
9 horas atrás
Angelo Adriano Correa Pinto compartilhou a foto deles em Facebook
9 horas atrás
Tony Mendes postou uma discussão

Viola Binatti a venda

Compro viola Binatti, se alguem tiver alguma a venda fala aqui que podemos negociar. ObrigadoVer mais...
11 horas atrás
Tony Mendes é agora um membro de Violeiros do Brasil
11 horas atrás

Rede social de violeiros, violeiras e apreciadores da viola de 10 cordas, viola caipira... da música de viola.

Membros

Cientistas da arte

Cientistas da arte

                           (Manoel Gandra)

Explicar o que é arte e pra que ela serve é tarefa impossível. Na verdade, a arte não serve pra nada e ao mesmo tempo é indispensável. Disse o poeta Ferreira Gullar que “a arte existe porque a vida não basta”, acertou na mosca. Professores e acadêmicos espalham que a arte é o belo, e que o belo é tudo aquilo que emociona. Pode até ser essa uma aceitável definição, mas quando se fala em belo há se refletir: o que é belo para um pode não ser para outro; então, o belo é alguma coisa que se porta subjetiva. E mais: o belo implica em estética, só que não dá para criar leis sobre qualquer tipo de estética. Não existe manual de estética. Os anatomistas da arte dissecam poesias, dão aulas de como os versos devem se portar quando musicados e aplicam fórmulas químicas para justificar determinados pigmentos em telas das mais diversas. Aí, vem alguém e bagunça tudo. Quem impõe verdades e determinismos a respeito de produções e manifestações artistas é alguém que não é nem nunca foi artista. Gostaria de ser, mas... Alguns professores de literatura conhecem tudo do clássico e do romantismo, mas não conseguem explicar a existência de um Patativa do Assaré. Professores de música sabem tudo das sete notas, mas nem imaginam como possa ter existido um gênio como Luiz Gonzaga e sua sanfona. Há quem se entusiasme com aulas de dança em cursos e academias, mas repetir não é criação, e o artista é aquele que cria. Diz a lenda que em uma exposição, uma senhora da sociedade europeia se posicionou diante de uma pintura que não entendia e fez o seguinte comentário: “Mas essa mulher tem a barriga verde”. Um conhecido pintor, me parece que holandês Piet Mondrian, retrucou: “Mas isso não é uma mulher, isso é um quadro”. Noutra vez, Pablo Picasso teria dado uma declaração que complicou de vez os teóricos que não entendiam seus traços: “Levei cinquenta anos para aprender a pintar como uma criança”. Não sei quem fez a afirmativa, mas ela coloca os cientistas da arte em seus devidos lugares: “Pintar um cachorro exatamente como é um cachorro apenas aumenta a quantidade de cachorros”. A arte brinca e faz chorar. Aos cientistas, resta a frustração de não conseguirem produzir o que estudam e analisam.

Eventos

 
 
 



Lu Pasinato

Essencialmente autoral, predominantemente instrumental e totalmente acústico, “Aldeia”, o novo trabalho de Lu Pasinato, apresenta em cada uma das músicas, ritmos característicos da viola como o Cururu, o Catira, o Chamamé e o Pagode onde o músico traz à tona sua vivência, sem perder a identidade sonora de sua viola.

Nesse disco, as porteiras são abertas para o passeio por uma aldeia brejeira, que apresenta seus lugares, seu povo, seus encantos e sua simplicidade, tendo como guia e condutor, a viola caipira e sua sonoridade única e apaixonante! Conheça em:

https://soundcloud.com/lupasinato

Fórum

MATERIAL DE ESTUDO VIOLA CEBOLÃO EM RÉ

Iniciado por CLEVERSON RIZINESK. Última resposta de Renato Piccinin 28 Jul. 85 Respostas

Música de Viola

Iniciado por Bilora. Última resposta de Ricardo Silveira Pereira 23 Dez, 2012. 31 Respostas

encordoamento D'Dario

Iniciado por leandro pellizzoni. Última resposta de Dilson João Nobre Maffei 5 Abr, 2013. 20 Respostas

ESCOLHENDO UMA VIOLA (pra mim, nas minhas condições, claro)

Iniciado por anselmo mendonça. Última resposta de adnilton fernandes rocha 25 Jun. 19 Respostas

PARA A CORDA G# NÃO QUEBRAR COM FACILIDADE

Iniciado por Paulo Sergio Guerrero de Almeida. Última resposta de Eduardo Knaip 2 Out, 2013. 16 Respostas

© 2014   Criado por Bilora.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Se achegue! A casa é sua!